Pagamento por serviços ambientais não integram a base de cálculo do imposto e das contribuições – IRPJ/CSLL/COFINS/PIS-PASEP
>
>
Pagamento por serviços ambientais não integram a base de cálculo do imposto e das contribuições – IRPJ/CSLL/COFINS/PIS-PASEP

Em 13 de janeiro de 2021, foi sancionada a Lei 14.119/2021, que regulamenta o pagamento por serviços ambientais. Referida lei visa a definição de conceitos, objetivos, diretrizes, ações e critérios de implantação da Política Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (PNPSA), instituir o Cadastro Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (CNPSA), e o texto legal também contempla a criação do Programa Federal de Pagamento por Serviços Ambientais (PFPSA), além de dispor sobre os contratos de pagamento por tais serviços.

Nesse sentido, a lei favorece os serviços realizados por comunidades tradicionais, povos indígenas e agricultores e empreendedores familiares rurais, todavia, não ficam de fora os proprietários de imóveis rurais que desejam beneficiar-se de tais pagamentos, mas para tanto, é necessário realizar o cadastro no CAR (Cadastro Ambiental Rural).

Desta forma, em 11 de junho de 2021 foi promulgado novo trecho da lei no Diário Oficial da União, restabelecendo a isenção tributária que era prevista inicialmente e que havia sido vetada, ressaltando que os valores recebidos a título de pagamento por serviços ambientais, ficarão desobrigados de tributação, ou seja, esses valores não integram a base de cálculo do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza, da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), da Contribuição para os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

Por fim, importante esclarecer que referidos termos aplicam-se somente aos contratos realizados pelo poder público ou, se firmados entre particulares, desde que registrados no Cadastro Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (CNPSA), ficando o contribuinte sujeito às ações fiscalizatórias cabíveis.

Por Thais Souza

Advogada Tributarista da Lopes & Castelo Sociedade de Advogados

Não existem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossas Unidades

São Paulo / SP
Avenida Paulista, 575 – 12º And.
Bela Vista – São Paulo / SP
CEP: 01311-000

Telefone: (11) 3876-1360
Email: contato@lopescastelo.adv.br

Recife / PE
Av. Antônio de Góes, 60 – 14º and.
JCPM Trade Center – Pina – Recife / PE
CEP: 51010-000

Telefone: (81) 3040-0053
Email: filialrecife@lopescastelo.adv.br

Rio de Janeiro / RJ
Rua República do Chile,  330 – 14º And.
Torre Oeste – Centro – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 20031-170

Telefone: (21) 2391-4764
Email: filialrio@lopescastelo.adv.br

Vitória/ES
Rua Jose Alexandre Buaiz, 300 – 20º And.
Enseada do Suá – Vitória/ ES
CEP: 29050-545

Telefone: (27) 4040-4948
Email: filialvitoria@lopescastelo.adv.br

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar!

Shopping Cart