BNDES vai simplificar e ampliar crédito para micro e pequenas empresas
>
>
BNDES vai simplificar e ampliar crédito para micro e pequenas empresas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje (13) um conjunto de medidas para simplificar, agilizar e ampliar o acesso ao crédito das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Segundo a instituição, o plano visa à indução da retomada do crescimento econômico e à manutenção e geração de emprego e renda. O impacto esperado é de um aumento de 20% nos desembolsos para o segmento, um acréscimo de R$ 5,4 bilhões até o fim de 2017.

O BNDES desembolsou, de janeiro a outubro deste ano, R$ 21,9 bilhões para as MPMEs. O valor representa 31,8% de tudo o que o banco liberou no período e corresponde a 489.683 operações, ou 95,7% de todas as operações feitas pela instituição no período.

O diretor da Área de Operações Indiretas do BNDES, Ricardo Ramos, disse que as MPMEs são o segmento que mais têm sofrido com a crise econômica. “A micro, pequena e média empresa é a que tem maior possibilidade de gerar empregos. A ação do banco de ampliar o acesso ao crédito é colocar os recursos para um público em que o retorno social é grande”, afirmou Ramos, ao anunciar o plano na sede do banco no Rio de Janeiro.

Para facilitar a aquisição de itens necessários às atividades produtivas das micro, pequenas e médias empresas, o banco vai aumentar o limite máximo do Cartão BNDES de R$ 1 milhão para R$ 2 milhões a partir de janeiro de 2017. O produto, que é uma linha de crédito rotativa e pré-aprovada, com pagamento em até 48 prestações mensais fixas, poderá ser obtido pelas MPMEs com receita de até R$ 300 milhões.

Entre as ações com previsão de implantação no primeiro trimestre de 2017, o BNDES ampliará de R$ 90 milhões para R$ 300 milhões o limite para enquadramento das micro, pequenas e médias empresas. Com essa mudança, o banco prevê que, no próximo ano, cerca de 1,5 mil novas empresas poderão obter financiamentos da instituição com melhores condições.

Os programas BNDES Finame, BNDES Automático e BNDES Finem financiarão até 80% em Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) de 7,5% ao ano os projetos de investimento e compra de máquinas e equipamentos para as MPMEs. Essa é a condição de crédito mais favorável do banco. Anteriormente, esse percentual variava entre 50% e 80%, dependendo do programa.

Segundo o banco, os financiamentos contratados para as MPMEs por meio do BNDES Finame terão prazo máximo de pagamento de cinco para até dez anos para a aquisição de máquinas e equipamentos.

Para implantação a partir do segundo semestre de 2017, o plano é simplificar todas as linhas de crédito em uma plataforma tecnológica integrada, para que a maior parte das contratações seja realizada de forma totalmente automática, diminuindo, assim, os custos de transação. A meta é reduzir, até o fim de 2018, de 30 dias para dois dias úteis, o tempo de aprovação das operações de crédito do banco.

Fonte: Agência Brasil

Não existem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossas Unidades

São Paulo / SP
Avenida Paulista, 575 – 12º And.
Bela Vista – São Paulo / SP
CEP: 01311-000

Telefone: (11) 3876-1360
Email: contato@lopescastelo.adv.br

Recife / PE
Av. Antônio de Góes, 60 – 14º and.
JCPM Trade Center – Pina – Recife / PE
CEP: 51010-000

Telefone: (81) 3040-0053
Email: filialrecife@lopescastelo.adv.br

Rio de Janeiro / RJ
Rua República do Chile,  330 – 14º And.
Torre Oeste – Centro – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 20031-170

Telefone: (21) 2391-4764
Email: filialrio@lopescastelo.adv.br

Vitória/ES
Rua Jose Alexandre Buaiz, 300 – 20º And.
Enseada do Suá – Vitória/ ES
CEP: 29050-545

Telefone: (27) 4040-4948
Email: filialvitoria@lopescastelo.adv.br

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar!

Shopping Cart