Call center contratada antes da lei da terceirização tem vínculo empregatício reconhecido
>
>
Call center contratada antes da lei da terceirização tem vínculo empregatício reconhecido

Decisão é da 1ª turma do TRT da 5ª região.

Operadora de call center contratada antes da lei da terceirização consegue reconhecimento de vínculo empregatício. A 1ª turma do TRT da 5ª região, ao reformar sentença, entendeu pela ilicitude da terceirização realizada pelo Itaucard.

A empregada alegou que exerceu, desde sua admissão, a função de atendimento aos cartões de crédito para o Citibank e o Citicard (o qual foi sucedido pelo Itaucard). Em 1ª instância, o vínculo empregatício não foi reconhecido e o juízo entendeu pela licitude da terceirização.

No recurso, as instituições financeiras alegaram que a lei da terceirização elimina conceitos jurídicos indeterminados como atividade-fim e atividade-meio. O Itaucard sustentou, ainda, que as atividades da empregada estavam ligadas a telemarketing e que ela nunca exerceu funções típicas de empregados bancários.

Ao analisar o caso, o relator, desembargador Luiz Roberto Peixoto de Mattos Santos, ressaltou que não se pode aplicar a legislação atual no caso, uma vez que a empregada ingressou com a ação antes da vigência da lei da terceirização. Ele cita que o próprio Citicard afirmou que fornecia aos clientes o serviço de call center.

“Torna-se claro que sem a mão de obra fornecida pela primeira reclamada seria impossível a concretização dos fins sociais do segundo acionado, qual seja, a emissão e administração dos cartões de crédito. Trata-se, pois, de atividade essencial para o funcionamento empresarial do Itaucard e não de atividade-meio.”

Assim, o relator entendeu que as atividades desempenhadas pela obreira não poderiam ser terceirizadas por empresa de telemarketing, pois caracterizam-se como essenciais para a consecução da atividade-fim do banco.

• Processo: 0000806-81.2015.5.05.0022

Fonte: Migalhas

Os artigos reproduzidos nesta Newsletter são, tanto no conteúdo quanto na forma, de inteira responsabilidade de seus autores. Não traduzem, por isso mesmo, a opinião legal da Lopes & Castelo Sociedade de Advogados.

Não existem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossas Unidades

São Paulo / SP
Avenida Paulista, 575 – 12º And.
Bela Vista – São Paulo / SP
CEP: 01311-000

Telefone: (11) 3876-1360
Email: contato@lopescastelo.adv.br

Recife / PE
Av. Antônio de Góes, 60 – 14º and.
JCPM Trade Center – Pina – Recife / PE
CEP: 51010-000

Telefone: (81) 3040-0053
Email: filialrecife@lopescastelo.adv.br

Rio de Janeiro / RJ
Rua República do Chile,  330 – 14º And.
Torre Oeste – Centro – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 20031-170

Telefone: (21) 2391-4764
Email: filialrio@lopescastelo.adv.br

Vitória/ES
Rua Jose Alexandre Buaiz, 300 – 20º And.
Enseada do Suá – Vitória/ ES
CEP: 29050-545

Telefone: (27) 4040-4948
Email: filialvitoria@lopescastelo.adv.br

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar!

Shopping Cart