Pernambuco – Corte de incentivo estadual é contestado por Empresas
>
>
Pernambuco – Corte de incentivo estadual é contestado por Empresas

A criação dos fundos estaduais de equilíbrio fiscal, que na prática reduzem em 10% os incentivos fiscais de ICMS para aliviar o caixa dos Estados, pode gerar uma avalanche de ações judiciais. As empresas consideram que a medida fere o princípio do direito adquirido e que os Estados estariam tentando transferir para a iniciativa privada a crise das contas públicas.

Os governos estaduais começaram a buscar essa “devolução” de incentivos depois de firmarem, em maio, convênio no Confaz. Projetos de lei passaram a ser encaminhados às assembleias legislativas para a criação dos fundos. O primeiro a aprovar foi a Bahia, que prevê arrecadação extra de R$ 130 milhões neste ano com a medida, que não tem prazo para acabar.

Vários Estados, especialmente do Nordeste, tomaram a mesma decisão. Em Pernambuco, a formação do fundo terá prazo de 24 meses, começando a valer partir de agosto, e deve render R$ 100 milhões por ano. O projeto ainda tramita nas assembleias do Rio Grande do Norte, que pretende arrecadar R$ 90 milhões, e de Alagoas, que espera obter R$ 18 milhões. O Estado do Rio, conforme o Valor informou ontem, enviou à assembleia legislativa projeto que estabelece a devolução de incentivos de até R$ 1 bilhão por ano.

Segundo Ricardo Varejão, o Código Tributário Nacional só permite que os Estados retirem benefícios fiscais que tenham sido concedidos por prazo indeterminado. Não é o caso da maioria das empresas, que receberam desconto no ICMS mediante prazo limitado e cumprimento de exigências e contrapartidas. “Não é porque o Confaz autorizou que a lei deixa de ser inconstitucional. Não está prevista na Constituição contribuição do empresário para a crise econômica do Estados”, disse o especialista em direito Carlos André Pereira de Lima.

Ricardo Essinger, presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco, diz que o setor está em conversas com o governo para tentar a revogação da lei no Estado.

Por Marina Falcão

Fonte: Valor Econômico

Não existem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossas Unidades

São Paulo / SP
Avenida Paulista, 575 – 12º And.
Bela Vista – São Paulo / SP
CEP: 01311-000

Telefone: (11) 3876-1360
Email: contato@lopescastelo.adv.br

Recife / PE
Av. Antônio de Góes, 60 – 14º and.
JCPM Trade Center – Pina – Recife / PE
CEP: 51010-000

Telefone: (81) 3040-0053
Email: filialrecife@lopescastelo.adv.br

Rio de Janeiro / RJ
Rua República do Chile,  330 – 14º And.
Torre Oeste – Centro – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 20031-170

Telefone: (21) 2391-4764
Email: filialrio@lopescastelo.adv.br

Vitória/ES
Rua Jose Alexandre Buaiz, 300 – 20º And.
Enseada do Suá – Vitória/ ES
CEP: 29050-545

Telefone: (27) 4040-4948
Email: filialvitoria@lopescastelo.adv.br

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar!

Shopping Cart